Interseccionalidades

Construindo soberania

A indígena Lourdes Huanca, militante da Via Campesina do Peru, inicialmente não estava convidada para a mesa que reuniu mulheres sindicalistas do Uruguai, Argentina, Brasil e Equador, mas dada a falta de indígenas e camponesas representadas nos debates, ela foi convidada para falar.  

14EFLAC: Alianças para nova greve de mulheres no 8M

Houve um esforço de militantes feministas para neste 14 Eflac articular diversos países rumo a um entendimento sobre o conceito de que o dia internacional das mulheres deve ser marcado por uma greve internacional unificada em torno do trabalho produtivo e reprodutivo das mulheres.

Democracias ameças na América Latina

O debate sobre conjuntura política da América Latina foi proposto por feministas de Brasil, Paraguai e Argentina, respectivamente Carmen Silva, Clyde Soto e Ana Falú, para analisar os retrocessos políticos na América latina, a regressão de direitos, o avanço do capitalismo extrativista e o crescimento da onda fundamentalista.