Interseccionalidades

Mulheres negras movendo o Brasil e o mundo

Programação do #JulhodasPretas acontece em diversas cidades para combater o racismo, celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latinoamericana e Caribenha, conhecido no Brasil como Dia de Tereza de Benguela.

Natalia Barrera: “¿Estás esperando que me mate un policía…?” 

La primera semana de mayo se realizó en Lima el I Encuentro Feminista de Mujeres Afroperuanas, donde se compartieron reflexiones y experiencias desde la lucha antirracista, las corporalidades y las estéticas e identidades racializadas e interseccionales. También se trataron los retos que implica organizarse y articular para la visibilización de las agendas y reivindicaciones de las mujeres afrodescendientes y negras.

...

Relatora da intervenção militar Marielle Franco é executada

A vereadora do PSOL no Rio de Janeiro e relatora da intervenção militar, Marielle Franco, foi assassinada na noite da terça (14 de março), morta a tiros dentro de um carro na região central do Rio de Janeiro, por volta das 21h30.

Marielle Franco presente

Nós, feministas da Articulação de Mulheres Brasileiras - AMB, estamos devastadas com o assassinato de Marielle Franco, brava, admirável e inspiradora companheira de sonhos e utopias feministas. Mulher negra, da Maré e de luta. Marielle era "resistência, afeto, luta e esperança".

O Brasil é quilombola

O judiciário brasileiro decide que ação movida por partido de direita questionando legitimidade do direito dos quilombolas sobre suas terras são  inconstitucionais. Povo negro e indígena demarcam uma vitória histórica em defesa de seu direito à terra.

Construindo soberania

A indígena Lourdes Huanca, militante da Via Campesina do Peru, inicialmente não estava convidada para a mesa que reuniu mulheres sindicalistas do Uruguai, Argentina, Brasil e Equador, mas dada a falta de indígenas e camponesas representadas nos debates, ela foi convidada para falar.  

14EFLAC: Alianças para nova greve de mulheres no 8M

Houve um esforço de militantes feministas para neste 14 Eflac articular diversos países rumo a um entendimento sobre o conceito de que o dia internacional das mulheres deve ser marcado por uma greve internacional unificada em torno do trabalho produtivo e reprodutivo das mulheres.

Democracias ameças na América Latina

O debate sobre conjuntura política da América Latina foi proposto por feministas de Brasil, Paraguai e Argentina, respectivamente Carmen Silva, Clyde Soto e Ana Falú, para analisar os retrocessos políticos na América latina, a regressão de direitos, o avanço do capitalismo extrativista e o crescimento da onda fundamentalista.

Brasil: 35 anos de SOS Corpo

O corpo das Mulheres no sistema capitalista patriarcal e racista sempre tratado como um território vazio de sujeito. Um corpo para ter um dono, para ser dominado, espoliado, corrigido e controlado e finalmente apropriado. Por isso chamamos esta organização que nasciade SOS Corpo.